sábado, 11 de junho de 2011

Estou melhorando.....obaaaaaaaaaaa (Peça sobre o meio ambiente)

Olá Raios de sol,





               Essa semana foi a semana para pensarmos um pouco mais no meio ambiente, mas lembro que essa atitude deve ser diária temos que pensar em preservar a vida na terra.
               E como sou estagiária em uma escola de ensino fundamental, amoooooooooooooo, e a maior parte do tempo me dedico ao 1º ano, onde passo a maior parte dos dias, a professora que eu auxilio é extremamente maravilhosa, sabe essas pessoas de coração aberto, que ouve as sugestões de uma mera estagiaria, sim digo assim por que muita gente não gosta de estagiário , se lá se sente vigiado, mas eu não estou na escola onde trabalho para vigiar ninguém e sim para somar, fazer a diferença...

E tive a oportunidade de escrever a peça teatral que segue abaixo que foi apresentado pelo 1º ano, escrevi para eles.




O PODER ESTA EM NOSSAS MÃOS

Cenário: TNT verde no chão, painel de árvore, flores, nuvem, sol e outras coisas para parecer uma floresta.
Objetos: Garrafa Pet, Latinhas, sacolinhas plásticas para serem jogadas no cenário por Adultos vestidos de preto e com uma maquiagem no rosto escura, enquanto o narrador fala o nome do objeto são jogados vários no bosque transformando a imagem num local poluído, e 02 crianças de preto jogam papel de bala, chicletes, pirulito, etc.

Figurino: Crianças com roupas nas cores que representam, feitas de TNT com muitas fitas soltas para dar um ar de mágico e palmas das mãos pintadas da cor do figurino.    

Narrador

Um lindo lugar chamado planeta Terra, assim foi conhecido o nosso lar, mas hoje de tanta sujeira que foi feito pelos homens se tornou quase irreconhecível (ESSA PARTE A SEGUIR É FALADA PAUSADAMENTE ENQUANTO OS ATORES FAZEM AS AÇÕES), milhões de garrafas Pet, latinhas inúmeras perdi até a conta, e as sacolas plásticas, que levam anos e anos para sumir e o mundo foi se tornando mais sujo, e até as crianças que são o futuro do mundo contribui hoje para essa poluição, mas ainda bem que existem as crianças do bem que ajudam limpar o mundo, são as crianças coloridas do mundo, e lá vem o azul, AZUL do céu , que com a sua bondade e generosidade limpa um pouco o mundo.

AZUIS: Esse mundo esta muito sujo,vamos limpar e deixar ele mais iluminado, e emprestar nossa cor ao céu, mar, pássaros e flores.

As crianças entram no cenário todas falando junto, rodando e retirando as PETs do cenário.

VERDES: Eu quero um mundo bonito, onde as crianças possam correr no bosque e ser alegres, vou emprestar minha cor para as arvores, grama, flores.

As crianças entram no cenário todas falando junto, rodando e retirando as Latinhas do cenário.

ROSAS: Mamãe, Papai, titio, titia e crianças não sujem seu lar que é o planeta TERRA, vou emprestar a minha linda cor rosa as flores mais lindas do bosque.

As crianças entram no cenário todas falando junto, rodando e retirando as sacolas do cenário.

AMARELO: Sou majestoso, sou uma linda cor , a cor do rei sol,  quero emprestar uma pouco da minha luz para esse mundo, tão cinza.

As crianças entram no cenário todas falando junto, rodando e retirando os papéis de bala, pirulito e etc. do cenário.


Agora todas as crianças entram no cenário e falam:

Por um mundo mais lindo, e colorido, o poder esta em nossas mãos, a mesma mão que joga o lixo, pode recolher e fazer o melhor. 

Todas as crianças mostram as palmas das mãos coloridas.

Narrador: E assim nosso mundo ficou um pouco mais colorido, mas para que ele volte a ser pintado com as mais belas cores é preciso que todos vocês sejam os pintores, não jogando lixo no chão, ajudando a mamãe reciclar o lixo doméstico e assim cada um fazendo a sua parte podemos sonhar com este mundo muito, mas muito mais colorido.

Autora: Bruna Amâncio   O PODER ESTA EM NOSSAS MÃOS (2011)



AGORA TODOS CANTAM JUNTOS

Planeta Água

Sandy e Junior

Composição : Guilherme Arantes
Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas, ronco de trovão
E depois dormem tranqüilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Águas dos igarapés, onde Iara "mãe d'água"
É misteriosa canção
Água que o sol evapora, pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes são lágrimas da inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra, planeta água
Terra, planeta água
Terra, planeta água


Beijos 
  

4 comentários:

Lemariano disse...

Parabéns por tudo amiga, por começar a exercer essa profissão tão difícilk e apaixonante. e pelo bebê que tá sócrescendo né.

Beijos Bom domingo

Kaká Magrela disse...

Obrigada pelo carinho no meu cantinho..bjus

Bellynha disse...

Miga tem um selinho pra vc no meu cantinho, pega lá. Bjus!

Chelly disse...

oi Bruna! Como está a gravidez? Você sumiu...rsrs..nos dê notícias!!!

Tenha um ótimo dia!

bjos